Resenha: Novembro de 63 - Stephen King



Título original: 11/22/63
Gênero: Romance/Ficção
Editora: Suma de Letras
Páginas: 736
Skoob: Novembro de 63


A vida pode mudar num instante, e dar uma guinada extraordinária. É o que acontece com Jake Epping, um professor de inglês de uma cidade do Maine. Enquanto corrigia as redações dos seus alunos do supletivo, Jake se depara com um texto brutal e fascinante, escrito pelo faxineiro Harry Dunning. Cinquenta anos atrás, Harry sobreviveu à noite em que seu pai massacrou toda a família com uma marreta. Jake fica em choque... mas um segredo ainda mais bizarro surge quando Al, dono da lanchonete da cidade, recruta Jake para assumir a missão que se tornou sua obsessão: deter o assassinato de John Kennedy. Al mostra a Jake como isso pode ser possível: entrando por um portal na despensa da lanchonete, assim chegando ao ano de 1958, o tempo de Eisenhower e Elvis, carrões vermelhos, meias soquete e fumaça de cigarro. Após interferir no massacre da família Dunning, Jake inicia uma nova vida na calorosa cidadezinha de Jodie, no Texas. Mas todas as curvas dessa estrada levam ao solitário e problemático Lee Harvey Oswald. O curso da história está prestes a ser desviado... com consequências imprevisíveis. Em Novembro de 63, livro inédito de Stephen King, a viagem no tempo nunca foi tão plausível... e aterrorizante.

Resenha: 




Sinopses que contam demais... Até quando???


Jake Epping é o que eu sempre espero de um personagem em qualquer livro:  enxerga a emoção antes da razão. E é exatamente isso que o tornou tão especial do início ao fim.
Vive uma vida normal em Maine. É professor de inglês do ensino médio na escola LHS. Não chora. É divorciado. Sua ex-esposa o trocou por um membros dos AA, onde ela participava por não conseguir largar a bebida. Quão mais comum pode ser esse personagem, afinal???
A sua vida se torna extremamente excitante quando se depara com um pedido de um velho amigo dono de um restaurante: Al Templeton. Ir ao passado, alterá-lo, e voltar para descobrir as consequências.
Tudo se depara em uma trementa coincidência quando ele vê exatamente um motivo ou razão forte para aceitar o pedido: mudar o que aconteceu ao faxineiro do colégio no ano de 1958. O massacre de sua família cometido por seu próprio pai.

"Filósofos e psicólogos podem discutir o que é real ou não, mas a maioria de nós, que levamos vidas comuns, conhecemos e aceitamos a textura do mundo a nossa volta. Aquilo estava acontecendo. Afinal, era fedorento demais para ser uma alucinação." Pág 37

Stephen King conseguiu criar uma realidade-ilusória (existe isso???) perfeita quando falamos sobre a volta no tempo: uma simples porta de uma despensa nos levar a mais de 50 anos atrás, do além? Sim, ele me convenceu. Dados suas razões e explicações no decorrer da história, é totalmente aceitável, para os descrentes do mundo sobrenatural.  
Mas não foi só essa pergunta que ficou na minha cabeça durante o livro todo: como? quando? por que? é possível? pode voltar? pode alterar? pode levar? E etc... As quais todas foram respondidas (graças ao bom Deus) e a King, claro rs.

"Mas, com o tempo, o homem se acostuma com qualquer coisa, e quando o choque finalmente diminuiu, comecei a achar que encontrara aquela velha toca de coelho por alguma razão." Pág 70

Jake tinha um propósito, e tinha que segui-lo independente de quem encontrasse no caminho. 
O fato de acostumar-se quer dizer a tudo: ao tempo, as pessoas, aos costumes. E Jake me impressionou nisso. Conhecemos um mundo totalmente diferente do que nos é apresentado a somente 50 anos atrás. Tanto economicamente quanto socialmente. O mundo era 'barato'. E nisso, até Jake fica impressionado. 
Quanto as minhas perguntas feitas no decorrer do livro, partimos agora para a que mais me deixou curiosa: é possivel a mudança do passado? O que altera no futuro?

"O passado não é obstinado; ele está em harmonia consigo mesmo e com o futuro." Pág. 220

Gente, não consigo nem me expressar na resenha. Demorei cerca de 13 dias para finalizar a leitura. Todo esse tempo me dediquei totalmente a cada palavra e acontecimento da história. É muito importante o total comprometimento com a história, pois King é cheio de detalhes e nos dá um cucutcão em vários momentos da leitura, para lembrarmos do que já foi dito.  
No momento em que peguei o livro me perguntei: e romance? Será que encontrarei romance? E a forma que King o expressa? E depois desse quote, acho que não preciso dizer mais nada:

"Lar é ver a lua nascer sobre a terra ampla e adormecida e ter alguém que podemos chamar à janela para olharmos juntos. Lar é onde dançamos com os outros. E dançar é viver." Pág. 346

Bom, não preciso nem dizer que adorei o livro, e que entrou para os meus favoritos. Jake é meu herói, e já sinto saudades dele desde o momento em que fechei o livro. Miss you, my hero! kkkk

Ps. Tenho uma fonte (não confirmada) que me informou que o livro (assim como Sob a redoma) pode virar série, e espero com o coração na mão, que vireee!!! E que Jake seja tudo o que eu sempre imaginei que fosse kkkk.







                    











Nota:   -> Excelente/Recomendado

Beijos.

10 comentários:

  1. Nossa.. Parece ser otimo! Ate hj so li um do King que foi o iluminado e fostei bastante.. Mas nao sei pq nao li mais nada dele..

    Adorei sua resenha..


    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Livro extenso e intenso. Recomendo à todos, pois é um livro que tem a capacidade de agradar os mais variados tipos de leitores, justamente por conter um pouco de vários gêneros.

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca li King, mas acho que deve ser uma leitura fascinante!! Eu adorei a resenha amiga, me deixou realmente com vontade de ler e saber mais sobre a história. Adorei o nome do personagem principal!! rs

    Beijos, Celle.

    ResponderExcluir
  4. Fiquei super curiosa para conhecer essa história, nunca li nada do autor, mas sempre tive vontade, já adicionei a minha lista de futuras leituras. Parabéns pela resenha!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Jéssica, já pode parar de escrever essas resenhas perfeitas! hahaha Quando você tava lendo eu tinha dito que ia esperar sua resenha pra saber se lia ou não, e agora eu me sinto na obrigação de ler esse livro! E os quotes são perfeitos! King é um gênio mesmo.

    Beijos,
    biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Livros Marcados com post it <3
    Um amor!
    Admito que não tenho vontade de ler nada do King...
    me chamam de aberração por isso, mas... realmente não consigo :P
    Beijos,
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  7. Parece ser incrível! Gostei do tema, aliás, a resenha ficou ótima. Nunca li nada do King, mas juro que leio u.u
    Preciso comprar uns post it D:
    beijos e que Deus te abençoe o/
    likearocklikearoll.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  8. Jessi *-*
    Eu acompanhei sua saga com esse livro e agradeci aos céus quando você terminou hahahahaha' demorou hein? Mas deu pra absorver o máximo ao que tudo indica, e pelo que parece você se apaixonou por ele.
    Eu tinha visto vários comentários a respeito deste livro, mas confesso que ainda estava com pé atrás. Não por ser do King (meu amor) mas pelo fato da viagem no tempo, me envergonho em dizer que fiquei com medo de ele conseguir passar isso de forma verdadeira. Achei que ficaria muita viagem, mas gostei de ver que você conseguiu se convencer com a narrativa *-*
    Quero ler e vou ficar torcendo para virar série também.

    Beijocas!!!

    ResponderExcluir
  9. Todo mundo fala super bem desse auto. Eu confesso que nunca li nada dele, e já sei que estou perdendo tempo. Tenho que ler logoooo. É muito bom quando um livro entra para a nossa lista de favoritos né?! Gostei!!!
    Bjss

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Adorei as fotos, Jéssica! Aliás, que capa linda. :)

    Desde que eu li aquele post "Li até a página 100 e...", fiquei super curiosa para saber mais sobre a história e agora que li sua resenha, estou louca por esse livro! Acho que também irei amar o Jake, rs.
    Concordo com você, há livros que exigem mais tempo.. Para nós digerirmos cada detalhe e informação que nos é dada.
    Adorei a resenha e a dica!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá!

O seu comentário é muito bem vindo e importante! Mas peço, por favor, que comente algo relacionado ao post, ou se quiser falar comigo, deixe um recado, mas nada de "estou seguindo, segue de volta"? Ou "Passa Lá?!" ... Comentários desse tipo não são bem vindos. Se você é blogueiro, eu te entendo, deixe o seu endereço na assinatura do comentário que com certeza vou te visitar, e vou seguir se achar legal, assim como quero que as pessoas façam aqui no Best, ok?! Seja um blogueiro consciente e respeite o meu trabalho. Conto com sua colaboração.

Obrigada!